Destaque

QUEIJO OVELHA AMANTEIGADO

Foi da região da Beira Baixa que nasceu a receita original do queijo de Azeitão.

Menos conhecido nos nossos dias, o queijo da Quinta do Capilé, revela-lhe sabores genuínos que dificilmente encontrará noutros locais.

Queijo de ovelha amanteigado.

Coagulado com flor de Cardo de forma artesanal, certificado nas normas de higiene e segurança alimentar.

Categoria:

9.9916.49

Limpar

ESTE QUEIJO É PRODUZIDO COM A FLOR DO CARDO

O Sabor do Tempo Medieval

Este queijo é produzido numa queijaria remodelada de acordo com técnicas actuais mais recomendadas para ser manuseado com condições higieno-sanitárias. As instalações estão feitas para permitir um bom acondicionamento e conservação deste produto, sem alterar as suas características ao longo de gerações. O leite a elaborar é produzido num período de Outubro a Junho devido ao maneio característico dos rebanhos e dos alavões da Beira Baixa, sendo fornecido por produtores cujas explorações em pastagens são perfeitamente adaptadas às condições edafo-climáticas desta Região situada na área de Denominação Protegida dos Queijos da Beira Baixa

  • Este produto é produzido por unidade produtiva artesanal reconhecida do Ladoeiro
  • Queijo mais magro
    • Os ovinos da raça Merino são oriundos de Espanha. Descendem de uma estirpe de ovinos desenvolvida durante o reino de Cláudio de 14 a 37 dC. Estes ovinos Tarentinos de Roma , foram cruzados com os Laudiceanos importados da Ásia Menor pêlos espanhóis. A raça Merina é uma das mais afamadas do mundo pela sua delicada lã e pelas características organolépticas do seu leite. Animais de pequena produção leiteira, 2 dl por ovelha em média, com um teor butiroso elevado, na ordem dos 10% de gordura. Era o leite ideal para o fabrico do afamado queijo artesanal da Beira Baixa, com 80% de matéria gorda no resíduo seco. Com o passar dos tempos devido à necessidade de rentabilizar os efectivos pelo aumento da produção leiteira, e baixar o teor butiroso (gordura do queijo), começou-se a fazer cruzamentos destes com outras raças mais leiteiras e de menor teor de gordura. Aparecem os cruzamentos Merina laccone. La brehis “Laccone” é a raça existente em Aveyrom e cujo leite é utilizado para fazer queijo Roquefort. Como são boas leiteiras e parem frequentemente borregos duplos que atingem rapidamente o peso ideal para a sua comercialização devido à produção de leite das mães, cerca de 8 dl por ovelha, e com um teor de gordura de 5%. Nesta raça o ubre tem dois mamilos bem desenvolvidos, o que não acontecia com a raça Merina, o que permite a ordenha por meios mecânicos. Com este cruzamento conseguem-se médias de produção muito boas. Por este motivo o queijo produzido nesta Queijaria apresenta conforme análises constantes, uma matéria gorda no resíduo seco 50% a 60% com um melhor comportamento quanto ao colesterol para as pessoas que o consomem. A nova raça ficou com as características de se deslocar em rebanhos e de poder percorrer grandes distâncias à procura de água e de alimentos que o Merino evidenciava, qualidades óptimas em pastagens abertas.

Peso aproximado de 1 kg.

Informação adicional

Peso 900 g
Dimensões (C x L x A) 100 x 100 x 50 mm
Tamanho

Grande, Merendeira

Avaliações

Não existem opiniões ainda.

Apenas clientes com sessão iniciada que compraram este produto podem deixar opinião.